Conheça algumas estratégias que pode implementar para organizar o seu dia-a-dia e garantir que regressa rapidamente ao mercado de trabalho.

Os primeiros dias de desemprego são muitas vezes encarados como um período mais extenso das férias. Mas com o passar do tempo, o sentimento de alívio e descanso pode dar lugar à ansiedade, depressão e dúvidas. Manter o seu dia-a-dia organizado pode ser uma ajuda para conseguir encontrar um novo emprego. Numa altura em que a taxa de desemprego em junho ainda atingiu os 12,4% (de acordo com dados do Eurostat), são muitos os portugueses que tentam encontrar as melhores estratégias para voltarem a entrar no mercado de trabalho. Se é esta a sua situação, saiba como organizar o seu dia da forma mais produtiva.

 

7:30 horas

A importância de uma noite bem dormida tem efeitos benéficos para a saúde, de acordo com vários estudos. Praticar exercício físico logo pela amanhã ajuda a manter os seus objetivos de treino, mas a dar-lhe também a energia que precisa para o resto do dia. Opte por uma primeira refeição mais leve antes de realizar exercício.

 

8:15 horas

Tome banho e aproveite este tempo para definir o que tem que concluir ao longo do dia. Tire partido desta altura para pensar naquilo que gostava realmente de fazer no seu novo emprego.

 

8:30 horas

Coma um pequeno-almoço reforçado. Depois de uma sessão de exercício físico deve apostar em proteína e hidratos de acordo com o Buzzfeed. Mas não descure da luz do sol. É um anti-depressivo natural e ajuda o seu corpo a acordar.

 

9 horas – 12:30 horas

Tire partido das primeiras horas da manhã para procurar emprego. Vasculhe todos os sites de emprego relacionados com as suas competências e procure também nos jornais. Adeque o seu currículo aos vários postos de trabalho a que se candidata. E se for necessário, faça o mesmo com a carta de apresentação. Não se esqueça de mostrar o seu valor, personalidade e incluir alguns requisitos da descrição do posto de trabalho a que se candidata. Coloque apenas informação relevante.

 

12:30 horas – 13:30 horas

Hora de almoço. Utilize este tempo de pausa para ver alguma televisão ou fazer um pequeno piquenique no parque ou jardim da sua cidade.

 

13:30 horas – 14:30 horas

Continue a sua pesquisa por postos de trabalho, mas desta vez equacione a possibilidade de dar primazia a ofertas temporárias. Se não tem um rendimento certo ou um fundo de emergência, o seu tempo de desemprego pode ser bastante difícil a nível financeiro. Para que isso não aconteça é preferível que opte por um emprego temporário que possa ocupá-lo enquanto está à procura de algo mais estável.

 

14:30 horas – 15:30 horas

Olhe para o seu período de desemprego também como uma altura para aprender. Seja uma nova língua ou competência, existem vários sites que oferecem cursos gratuitos e que podem ajudá-lo no desenvolvimento do seu currículo. Não se esqueça que possuir novas habilitações pode ser o fator necessário para o escolherem a si numa entrevista de emprego.

 

15:30 horas – 16:30 horas

Utilize uma hora do seu dia para fazer ‘networking’. Ponha em dia a conversa com contatos da sua área de negócio, organize lanches com antigos colegas e participe em eventos onde o ‘networking’ é regular.

 

16:30 horas – 18:30 horas

Fazer voluntariado é uma forma de melhorar o seu estado de espírito, mas igualmente de ajudar outras pessoas a melhorar um aspeto da sua vida. O voluntariado é também visto como uma forma de fazer ‘networking’ e acrescenta valor ao seu currículo.

 

A partir das 18:30 horas

Socializar e relaxar também é importante. Depois de um dia dedicado a esta nova fase da sua vida, é importante que mantenha o contacto com a sua família e amigos. Lembre-se que manter o contato com pessoas mais próximas é também uma boa forma de encontrar uma oportunidade de emprego.

 

 

3